31 julho 2009

Capítulo 27 - Férias;

Férias, do ponto de vista de Priick são um momento altamente entediante e completamente relaxante.
Olhe pelo lado bom da coisa, você pode passar o tempo que você quiser na cama e não haverá nenhum energúmeno para incomodar você e falar que está na hora de acordar para fazer isso ou aquilo; você pode olhar para a tela da TV ou do computador por horas seguidas sem alguém irritar você por não ter feito aquela lição ou aquele trabalho atrasado; você pode acordar ao meio dia e ir dormir a meia noite;
Mas há também o lado ruim da coisa, claro, você tem que aturar seus irmãos mais novos (ou mais velhos) irritando você porque eles estão de férias e podem fazer o que bem entendem da vida; e eles podem ameaçar seu pai ou sua mãe caso você diga que ele não pode; você não vai à escola ver seus amigos; passa um bom tempo sem ver seu rival; você não sai tanto de casa quanto você saia antes;
Mas olhe pelo lado bom, novamente. Só a palavra férias faz você se sentir bem, não faz?
Não é recompensante ouvir essa palavra após tanto tempo de sofrimento e stress?

Fim do capítulo 27;

28 julho 2009

Capítulo 26 - É;

Não, não poderia ser ele.
Seria sorte, ou azar demais da parte de Priick.
Ela ainda gostava de seu rival... certo?
De qualquer forma, olhou para o garoto e sorriu.
O loiro olhou de volta e sorriu.
Depois de algum tempo, estavam todos a jogar videogame, conversar, comer, essas coisas.
Não registrarei aqui todos os eventos ocorridos. Seria perda de tempo e não seria interessante que outros lessem-no aqui.
E era verdade que Priick encantara-se com o rapaz. Sem dúvida, ele possuía muitas das capacidades que seu rival parecia não possuir.
Ela amava seu rival, isso era indiscutível.
[...]
Após algum tempo de conversa, trocaram msn, e foram para suas respectivas casas.

Fim do capítulo 26;

18 julho 2009

Capítulo 25 - o loiro perfeito;

Em certa ocasião, Priick encontrava-se viajando de férias com sua família.
Não possuía nada para fazer. E como naquela cidade não havia muitas 'pessoas' de sua idade, resolveu que iria à 'loja' de seu tio acompanhando sua genitora.
Ao chegar lá, fora recebida por sua tia. A mesma e sua genitora começaram a conversar.
Logo, uma 'cliente' chegou. E sua tia apresentou-as à cliente e uma garota de sua idade - sua filha.
Após isso, a tia de Priick e sua mãe ficaram a conversar dentro do escritório.
Priick, entediada com toda aquela conversa, estava sendo deixada de fora.
Foi à varanda, olhar o movimento da rua - que a propósito, não era grande.
Após estar lá durante uns momentos observando um rapaz - que julgou ser um policial - multar o carro estacionou de modo incorreto na loja ao lado, seu tio, sua tia e sua mãe, se juntaram a ela na varanda.
Desviou seu olhar um momento para o chão, abaixo da varanda. Reparou no carro que havia estacionado lá.
Um belo carro, não devo deixar de ressaltar. Porém, como meus conhecimentos de narradora são vagos, Priick não informou-me qual era.
Olhou por entre a janela do automóvel e viu um garoto - aparentemente bonito, a propósito - a brincar com seu videogame ou celular. Ele parecia completamente entertido, já que não olhava para os lados e nem desgrudava os olhos da pequena tela.
Queria conhecê-lo. Porém lhe faltava a coragem para que fosse até ele.
Não fora até ele, e passou algum tempo mais assim que chegou em casa pensando sobre ele. De onde ele seria? Ele morava perto dali ou era mais um daqueles garotos que vieram da cidade grande? Será que seu cabelo era loiro natural ou era tingido? Seria capaz de trocar rival por ele? Será que ele seria legal quanto rival era? Ele teria o mesmo humor infantil de rival?
Mas por mais que pensasse nele, seu rival lhe vinha na cabeça.
Mais tarde, iriam à casa de seu primo para jogar video game, essas coisas de criança.
Ao chegar lá, ficaram jogando video game até que Priick avistou um garoto loiro na porta.
Não, não seria possível.

Fim do capítulo 25;

Capítulo 24 - Prós e contras;

Priick resolveu fazer uma lista mental dos prós e dos contras do fator 'amar rival'.
Antes de julgarmos, analisemos os prós e os contras e faremos um balanço.

Prós;
1 - O amor é um sentimento bonito. E se eu o amo, eu tenho um sentimento bonito dentro de mim. Isso significa que eu não sou tão má assim quanto todos dizem;
2 - Se eu estou à procura de um namorado, eu tenho que amar alguém, não tenho?;
3 - Ele sempre me deu razões e motivos para amá-lo. Negue-me que não, que lhe direi que sim;
4 - O amor melhora as coisas. O que demonstra o meu aproveitamento escolar subindo;
5 - Há aquele fato também que meu amigo me contou, e que não posso revelar aqui, mas caso queiram saber, me contatem;

Contras;
1 - Eu só perco meu tempo amando quem não me ama;
2 - Ele 'abusa' de mim, com certeza, alguém deve ter contado a ele que eu o amo, logo, ele tira proveito disso;
3 - Céus, ele é feio;
4 - Céus de novo, a personalidade dele não é lá a mais bonita do mundo;
5 - Ele costuma me ignorar a maior parte do tempo;
6 - Ele quer me mudar;
7 - Ele vive me criticando;

Paremos por aqui, há motivos demais na lista dos contra e alguns que não precisam ser citados aqui.
Analisando agora, os fatores que vemos nas listas acima. Priick parece ter o total direito de excluir rival de seu coração, não tem?

Fim do capítulo 24;

Capítulo 23 - Amor?;

Caros leitores, vocês, que são os confidentes das palavras carinhosas que escrevo representando os pensamentos de Priick, respondam-me:
'Priick parece mesmo gostar de seu rival?'
Quando refiro-me a esse gostar, não é um gostar de amigo. Troquemos por outra palavra, com um significado mais profundo. Amar.
Priick parece amar seu rival?
Parece mesmo amor o que ela sente por ele?

Em um certo dia, enquanto conversava com uma antiga amiga no msn, leu e releu sua conversa no msn, várias vezes, até certificar-se de o que lia era verdade.
'Você o ama' - sua amiga confirmou-lhe.
Porém, havia algo um documento em anexo naquela conversa que eu não posso revelar aqui, pois a antiga amiga de Priick ficaria um tanto quanto revoltada.
E logo que Priick leu e releu aquele documento, começou a se perguntar, incansavelmente até achar uma resposta 'Eu amo meu rival?'
Quanto mais a garota se perguntava, mais a resposta parecia se esconder dentro de si. Ela não conseguia responder àquela simples pergunta.
A partir disto, começou a duvidar de seu amor por rival. Não teria confundido um irmão com um amado? Não teria achado em rival todas as qualidades que queria em um amigo que teria se apaixonado? Não se enganou ao olhar rival com as lentes trocadas?
Questionou-se durante dias e dias. Porém não encontrava a resposta para isso de modo algum.
Sua família programou uma viagem.
No meio desta viagem toda, conheceu um rapaz - cujo deixo para comentar em um próximo post -, o que a fez contestar ainda mais seu amor por rival.
Pensara em todos os prós e em todos os contras.
Era tudo tão justo com ele e tão injusto para com ela.
Não deveria ser assim, deveria?

Fim do capítulo 23;

Capítulo 22 - Glamour;

Quem me indicou foi a Pam (http://pensando-altoo.blogspot.com/) e a Anna (http://jujubademelao.blogspot.com/)

1ª Deve exibir o selinho em seu blog.


2ª Postar o link do blog que te indicou.

3ª Listar 05 desejos de consumo que a deixariam mais glamurosa.

4ª Indicar 10 amigas(o) glamurosas e avisá-las que foram escolhidas.

1 - meu loiro perfeito;
2 - o blog bombando;
3 - que meus cachos não se revoltassem tanto contra mim;
4 - eu me tornar uma escritora;
5 - aprender a escrever bem;

As dez amigas glamurosas de Priick:
http://jujubademelao.blogspot.com/
http://eusouajeyse.blogspot.com/
http://pensando-altoo.blogspot.com/
http://myendlessfeelings.blogspot.com/
http://cabelocorderosa.blogspot.com/
http://umpoucodeamoreodio.blogspot.com/
http://loucasaleatoriedades.blogspot.com/
http://procurei-em-sonhos.blogspot.com/
http://www.jessicasilvajsm.blogspot.com/
http://garota88.blogspot.com/

Fim do capítulo 22;

Capítulo 21 - J'Adore Tien Blog;

Quem indicou este selo foi a Char (http://procurei-em-sonhos.blogspot.com/)

Regras:
01. Colocar o selo no blog;
02. Indicar 10 blogs que a gente adore;
03. Informar aos "premiados";
04. Dizer 05 coisas na vida que a gente adore e porquê.

1 - meu rival, sem dúvidas;
2 - assistir sakura card captor;
3 - a minha segunda (e a primeira) família;
4 - escrever;
5 - música;

Os blogs que Priick indica:
http://pensando-altoo.blogspot.com/
http://procurei-em-sonhos.blogspot.com/
http://jujubademelao.blogspot.com/
http://kau-imsosick.blogspot.com/
http://myendlessfeelings.blogspot.com/
http://infinitemelodie.blogspot.com/
http://mundinhocookie.blogspot.com/
http://back-to-rehab.blogspot.com/
http://umpoucodeamoreodio.blogspot.com/
http://eusouajeyse.blogspot.com/

Fim do capítulo 21;

Capítulo 2O - Carpe Diem;

Quem me deu esse selo foi a Raai M. (http://umpoucodeamoreodio.blogspot.com/) Obrigada.

http://1.bp.blogspot.com/_sKVUHqlo1Ls/Sj-kodd2-ZI/AAAAAAAAACs/ylE6r06a6ak/s200/carpe_diem.jpg

Regras: Indicar os 10 blogs “Carpe Diem” na sua opinião e responder o que significa “colher o dia” para você.

Colher o dia, três palavras, mas com um significado com muitas palavras a acrescentar.
Significa ver o melhor do dia, em cada parte, mesmo que insignificante.
Significa brigar com seu rival, por besteiras, e saber que está tudo bem.
Significa acordar todas as manhãs, e encontrar toda sua segunda família na escola, e falar bom dia a todos, mesmo que alguns não retribuam.
Significa passar um dia - mesmo que estressante - acumulando coisas e coisas em sua cabeça, e poder descarregar tudo neste blog e saber que pessoas irão ler e gostar.

Os dez blogs que Priick indica:
http://eusouajeyse.blogspot.com/
http://www.jessicasilvajsm.blogspot.com/
http://mundinhocookie.blogspot.com/
http://myendlessfeelings.blogspot.com/
http://pensando-altoo.blogspot.com/
http://rafaelaks.blogspot.com/
http://truthsforyou.blogspot.com/
http://eupoems.blogspot.com/
http://procurei-em-sonhos.blogspot.com/
http://pirulito-no-palito.blogspot.com/

Fim do capítulo 2O;

Capítulo 19 - Selos;

Agradeço imensamente em nome de Priick pelos selos que nos foram concedidos por todos vocês que acompanham aqui.
Irei postar todos e seguir suas regras nos próximos posts.
Ficamos honradas em ter recebidos esses selos.
De algum modo, eles significam muito para Priick.
Obrigada novamente.

Fim do capítulo 19;

Capítulo 18 - A volta daquela que não foi;

Caros leitores,
venho ensaiando há muito para dizer lhes isto, porém só encontrei um tempo vago e menos confuso agora.
Portanto, vamos ao que interessa.
Venho por meio deste, pedi lhes desculpas em nome de Priick por não estar deixando os atualizados sobre as notícias.
Minha cabeça de reles narradora tem estado extremamente ocupada com coisas que são irrelevantes citar aqui. E a cabeça de Priick não tem parado um só momento. Algo está sempre ocupando-o.
Seu tempo tem estado escasso. E seu pensamento só gira em torno dos estudos.
Desculpem-nos novamente por deixar este espaço tão abandonado.
Porém, tentarei arranjar um espaço em minha cabeça de narradora para escrever aqui.
Quanto a Priick, não prometo nada. Logo que, o terceiro bimestre se anuncia e para não ficar de 'd.p.', ela tem que se esforçar na escola.

Obrigada pela atenção e esperamos que tenham compreensão.
Atenciosamente, Narradora e Priick;

Fim do capítulo 18;